Conde Design Logo

A visita ao terreno para um plano diretor de larga escala revela complexidade e beleza no Planalto Central do Brasil.

A equipe do Conde Design teve o prazer de visitar um site de 400 hectares para uma comunidade de uso misto no Distrito Federal.
16 Mai 2019

A Conde Design foi convidada para validar e revisar das Diretrizes Urbanísticas e desenvolver um Plano Diretor para uma área de aproximadamente 440 hectares na Região Administrativa de Santa Maria, no Distrito Federal. Estas diretrizes, desenvolvidas para promover a ocupação ordenada do território, visam orientar o Poder Público e empreendedores privados no uso e ocupação, e tem têm prazo de validade expirado, abrindo a oportunidade de revisão em consonância com os objetivos traçados para o futuro Empreendimento, objeto do Masterplan a ser desenvolvido, deitando as bases para as tomadas de decisão durante a consolidação dos limites da área do Plano.

O Masterplan para a área será um importante instrumento de planejamento urbano, promovendo a articulação de suas diferentes porções e a melhoria da qualidade urbana e o bem-estar coletivo dos futuros moradores, trabalhadores e visitantes do Empreendimento. O desafio será planejar uma comunidade com 25 mil unidades, que possua os elementos-chave de atração de desenvolvimento e qualidade-de-vida, aliados ao uso responsável dos recursos ambientais e a integração dos grupos sociais da região.

Visita ao Terreno

Santa Maria se localiza no chamado Planalto Central, e o relevo da área é, na maior parte, plano, apresentando algumas leves ondulações. A flora encontrada corresponde àquela predominantemente típica do domínio do Cerrado, e em alguns lugares do terreno foi possível observar espécies de gimnospermas, como os pinheiros, e também diversos tipos de árvores provenientes de outros biomas brasileiros.

Chamou atenção da equipe a presença de água aflorando no solo nas áreas não-ocupadas do terreno. Renato Conde, Diretor-Gerente da Conde Design, explica: “Os rios do Distrito Federal estão bem supridos pelos lençóis freáticos, razão pela qual não secam, mesmo durante o período da estação seca. Disso resulta as chamadas Veredas, quando a água dos lençóis aflora e corre na superfície, com efeitos de aumentar consideravelmente o conforto térmico nos locais onde a vegetação está preservada e a sombra é abundante”.

Nossa equipe pode testemunhar ainda a herança do crescimento desordenado do Distrito Federal, principalmente nas cidades-satélites, ainda que assentado em núcleos urbanos planejados. Essa realidade foi observada nas diferentes formas de ocupação encontradas no terreno e seu entorno, desde assentamentos não-planejados (invasões) regularizados ou não, passando por obras de infraestrutura alheias às condições naturais, e portanto ineficientes e impactantes.

Partido para o Projeto

Renato Conde, que é o líder do projeto diz que um dos objetivos do projeto será qualificar as áreas ocupadas para reversão dos danos ambientais e recuperação das áreas degradadas. Ele diz: “Vamos buscar atender às demandas da comunidade, mas planejando previamente a infraestrutura de saneamento ambiental para a ocupação, considerando a capacidade de suporte socioambiental da bacia hidrográfica”.

Surpresa

Na chegada, a equipe foi surpreendida pela vista completa da área de projeto a partir do avião na sua aproximação para o pouso em Brasília.

Voltar para Notícias